A MAIOR OLIMPÍADA DE GEOGRAFIA DO BRASIL
Área Restrita

E-mail:

Senha:

Edição 2012
Home / Notícias / National Geographic

Roque Santeiro, um mercado caótico no coração de Luanda, em Angola

Luanda, capital de Angola, abriga um mercado movimentado e confuso. Seu nome, Roque Santeiro, foi inspirado em uma antiga novela brasileira. Lá, vende-se de tudo: de parafuso a DVDs piratas. De certa forma, ele representa muito sobre o atual momento político e econômico de um dos maiores países africanos. Confira.  

11 Comentários
por filomena diogo, em 15 de maio de 2010 às 12:48
BOA TARDE, NAO TENHO MUITO A DIZER, PORQUE JA A 15 ANOS QUE VIVO FORA DE ANGOLA,MAS ACHO QUE ESTE MERCADO AJUDOU E CONTINUA A AJUDAR MUITA JENTE PRINCIPALMENTE OS MAIS NECESSITADOS. OBRIGADA
por comentador barato, em 24 de maio de 2010 às 05:33
pelo meu ver e o unicco sitiu que nos angolanos ainda temos para fazermos negocio porque o resto esta todu oucupado!?
por AUGUSTO FERNANDO JUNIOR, em 18 de junho de 2010 às 05:29
Boa noite,pelo meu ponto de vista o mercado ai esta muito mal posicionado e desorganizado e as condicoes de higiene nao sao das melhoes,ja e momento de serem transferido,pense embora muitos ficaram sem emprego.
por conceiçao, em 24 de junho de 2010 às 06:54
e sse roque santeiro esta preocupar muita gente, com interesse naquete hectarzinho,
tem ajudado a camada mais desvafarecido dessa tal luanda, que e ANGOLA.


~






















por EDMUNDO VALENTE, em 11 de julho de 2010 às 10:49
se o mercado ajudou ou ainda ajuda abrindo portas para muitos comerciantes,a verdade é que ela marca angola num ângulo informal e anartico.pensar em destrui-lo não seria uma atitude sábia,pois,melhor seria organiza-lo,delimita-lo de forma a ser maior e melhor mercado em ÁFRICA e uma marca no MUNDO.
por catia, em 14 de julho de 2010 às 06:04
deve achar um outro local para o funcionamento do referido mercado uma vez estar mal localizado o pais esta em vias de reconstrucao.
por ilson Borges, em 28 de agosto de 2010 às 05:48
apoiar a saida do roque santeiro é nada mais duque apoiar a pobreza no pais. o pais esta sim em construção mas, o governo deve apenas limitar-se a construir o pais e não destruir o povo. qual é o objectivo do desenvolvimento?
por victor, em 02 de setembro de 2010 às 04:47
o nosso governo tinha que pessar antes de fechar o roque santeiro porque eu vivo em cacuaco e conheco como estao as estrada
por Stenio Fernandes, em 09 de setembro de 2010 às 11:24
Bom o Roque e um mercado informal e de um ponto de vista economico o Roque chega a movimentar muito dinheiro por dia ja politicamente falando isso causa muito interess por parte do estado q acredito eu q depois de tudo estiver feito as pessoas teram de pagar imposto. e socialmente falando isso pode provocar um caos por q os precos dos produtos vao subir e como sabemos nem todos estamos economicamente saudavel para comprar por ex um perfume a 100 usd, um montito de tomate a 400 a 500 kz so pra nao esquecer dos taxis q vao cobrar precos absurdos e culturlmente falando o Raque Santeiro e um imagem, um simbolo uma caricatura da nossa sociedade tenho 22 anos e praticamente tudo q tenho desde artigo, roupas, comida tud provem do Roque so sei q poderia mecher em tudo rua, avenida, cidades, bairros, parques, tudo mesnos o Roque Santeiro.
por tania massunguine, em 29 de março de 2011 às 10:50
se o mercado ajunda muita gente deixo ocrescer um dia se deus queser vou conhecer e fazer as compras la.bjs suo moçanbicana
por carlos sousa, em 12 de fevereiro de 2012 às 10:13
nao acho uma atitude sabia dso governo angolano.mudar o roque para opanguila nao tem nada de inteligente visto que estive em luanda en dezembro 2009 e vi as construcoes que la fizerao sao otimas mas essas condicoes deveriam era estar no velho roque que deve pertencer ao povo de luanda cidade e nao afastar o roque deste p0vo que tanto necessita deste grande mercado
Deixe sua mensagem:
Nome:
E-mail:
Comentário:
Enviar comentário
Divulgue o Projeto | Fale Conosco | Expediente | Termos e Condições | Política de Privacidade | Mapa do Site
Copyright © 2011, Editora Abril S.A. - Todos os direitos reservados. All rights reserved.
Imagens meramente ilustrativas. Promoção válida de 01/07/2014 a 29/11/2014, ocasião da divulgação dos resultados. Válidas as inscrições entre 01/07/2014 e 16/09/2014. Consulte regulamento no site __________. Certificado de Autorização CAIXA nº _____/2014.